Steve Jobs anuncia saída na Apple

Steve Jobs anuncia saída na Apple

Steve Jobs, executivo-chefe da Apple e criador de produtos como o iPod, o iPhone e o iPad, anunciou nesta quarta-feira em comunicado sua saída do cargo e recomendou que Tim Cook seja seu substituto.

Na declaração, Jobs afirmou também que queria continuar na empresa que transformou em uma das mais influentes do planeta como presidente do Conselho de Administração. Ambas propostas foram aceitas pela empresa de forma imediata.

“Sempre disse que se chegasse o dia no qual não pudesse cumprir minhas obrigações à frente da Apple como executivo-chefe, seria o primeiro a falar isso”, escreveu Jobs em carta dirigida à direção da empresa e à comunidade da Apple. “Infelizmente, esse dia chegou”, acrescentou.

Na carta na qual renuncia a seu cargo, Jobs não explicou os motivos que o levaram a tomar a decisão, mas tudo aponta para uma piora no seu estado de saúde.

“Recomendo que executemos nosso plano de sucessão e nomeemos Tim Cook como executivo-chefe da Apple”, declarou sobre o eleito para substituí-lo no cargo.

Cook, diretor de operações da Apple, foi o escolhido pelo então executivo-chefe no início deste ano para se encarregar de todas as operações diárias durante suas ausências.

“A junta confia totalmente que Tim é a pessoa adequada para ser nosso próximo executivo-chefe”, afirmou Art Levinson, membro da direção da companhia.

“Seus 13 anos de serviço à Apple se caracterizaram por seu extraordinário rendimento e demonstrou um talento fabuloso e um grande julgamento em todas suas decisões”, considerou.

Além disso, Levinson confirmou que Jobs será o novo presidente do Conselho de Administração, onde “continuará servindo à empresa com sua criatividade, inspiração e seus pontos de vista”, segundo explicou em comunicado.

Jobs esteve presente na conferência de abertura da WWDC 2011, em San Francisco, sua segunda aparição pública desde janeiro, quando se afastou por tempo indefinido.

O cofundador da Apple superou um câncer de pâncreas em 2004, em 2009 foi submetido a um transplante de fígado, e continuou ativo desde então na tomada de decisões da empresa e, inclusive se reuniu a portas fechadas com o presidente americano, Barack Obama, em fevereiro, e lançou o iPad 2 em março.

“Acho que os dias mais brilhantes e inovadores da Apple ainda estão por vir”, afirmou na carta, e acrescentou: “Espero continuar contemplando e contribuindo para esse sucesso em uma nova posição”.

Em fevereiro, Jobs foi fotografado pelo jornal sensacionalista “The National Enquirer” na mesma clínica onde o falecido ator Patrick Swayze recebeu tratamento para câncer de pâncreas.

Em 2009, Jobs teve que se retirar durante vários meses da cena pública para tratar o que foi classificado como “desequilíbrios hormonais”, mas depois foi divulgado que havia se submetido a um transplante de fígado em abril desse ano.

A revista “Fortune” o nomeou em 2009 “empresário da década”, por conseguir multiplicar em 34 vezes o valor da companhia, que passou de US$ 5 bilhões em 2000 para US$ 170 bilhões na atualidade, acima do Google.

“Fiz alguns de meus melhores amigos na Apple e agradeço a todos por estes anos nos quais pude trabalhar com vocês”, concluiu o comunicado.

Após o anúncio da saída de Jobs, as ações da Apple, que tinham terminado a sessão no mercado Nasdaq com alta de 0,69%, caíram com força para -5,51% nas operações realizadas ao término da sessão regular nos mercados nova-iorquinos.

 

Fonte: http://leolima77.com.br/v5/post/2011/08/24/Steve-Jobs-deixa-o-cargo-de-executivo-chefe-da-Apple.aspx

Comments are closed.